sábado, 20 de dezembro de 2014

Sr. Fracasso!!


"Eu aprendi a beijar a onda que me joga
 contra a Rock of Ages." CH Spurgeon

Nunca falhou em alguma coisa?

 Em um exame ou projeto? Falha ao chegar em casa na hora certa? Falhou um amigo?
O fracasso é familiar a todos nós, simplesmente alguns  o experimenta mais do que outros. 
Eu possuía meus fracassos. Eu usava-os em torno na minha manga, meu coração pingava com eles. Eu vivia em uma montanha-grosseira de desempenho impulsionado auto-aprovação. Quando eu fiz algo grande, eu pensei que era ótimo.Quando eu falhei, eu afundei em um profundo e escuro.

Depois de anos de vida desta forma, eu percebi que a falha não precisa ser um peso em tudo! Não é algo que define o nosso caráter ou valor. Nem um pouco. É fácil acreditar que o fracasso é ruim e que é algo para nos envergonhar. Há uma suposição de que ele significa fraqueza. 
Por que isso? Por que é tão vergonhoso? Eu entendo, eu faço o mesmo. Se o "fracasso" fosse uma profissão, eu seria um bilionário. =D

Mas e se as nossas falhas e fracassos, nossas dificuldades e desafios não nos marcar como fraco e inferior? E se ele nos fez fortes? E se elas abriram novas oportunidades e níveis de criatividade para nós?
Eu não estou dizendo que o fracasso é uma experiência incrível, para ganhar lhe animar é evidente que não éÉ horrível. Mas a dor tem uma maneira de desenterrar a nossa beleza, pérolas enterradas dentro de nossos corações e almas que só podem ser encontrados durante uma escavação profunda.
Essas pérolas olhar como resiliência, esperança, amor, determinação, a vontade de sobreviver, a força para ficar de pé, e a capacidade de sonhar. Aprender. Cultivar.
Muitas vezes o nosso maior 'sucessos' nascem em nossos momentos mais dificeis. É por isso que  Charles Spurgeon diz: "Eu aprendi a beijar a onda (as dificuldades, circunstância fracasso, desafio, mágoa etc.) que me joga contra a Rock of Ages (o Deus de amor infinito e eterno , fé e esperança).
JK Rowling disse em seu discurso que: "você nunca vai conhecer verdadeiramente a si mesmo ou a força de seus relacionamentos, até que foram testados pela adversidade."
Por mais doloroso e difícil que possa ser, abraçar as ondas - o tumulto, a falha - porque eles são, afinal, não é o fim de tudo, mas sim os nossos maiores e mais pacientes professores. 
 "Enquanto isso, no momento em que se cansa na espera, o Espírito de Deus está do seu lado ajudando-nos ao longo Se não sabemos como ou o que orar, não importa Ele.. faz nossa oração e para nós, fazendo oração de nossos suspiros sem palavras, nosso gemidos de dor. Ele nos conhece muito melhor do que nós mesmos, conhece a nossa condição de grávida, e nós presente mantém diante de Deus. É por isso que nós podemos ter tanta certeza de que cada detalhe em nossa vida de amor a Deus é trabalhado em algo bom. " Romanos 8: 26-28 (MSG)
Xero =^.^=
Via: Lizzy Milani

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E Então!!!