quinta-feira, 30 de maio de 2013

Presenteando seu amor!!!

OI Lindos... O dia dos namorados vem ai, e com ele a duvida de presentes né. Bem com certeza já ouviram esta frase: "Beijo não se pede, a gente rouba." 


Pois agora, ao escrever sobre presentes, a primeira coisa que me ocorreu foi exatamente isso: "Presente também não se pede. Se Ganha."

E, naturalmente, como não se pede, cabe a quem dá ter um certo talento, um empenho especial e alguns cuidados extras para agradar em cheio. Afinal, independentemente de seu preço, raridade, tamanho e utilidade, um presente só tem valor se agradar de fato ao presenteado!


Ao presentear alguém que amamos ou por quem estamos loucamente apaixonados, a coisa é mais delicada ainda. Mas é possível precaver-se para pelo menos não errar muito feio. Bem quando a esmola é demais, O santo desconfia mesmo! Não force a mão se estiver no começo do relacionamento ou conhecer há pouco  tempo o garoto. Nada de dar uma carro a alguém que você só tem um mês de convivência né!!! Pois problema não é o fato de dar um presente desse, mas sim o despropósito do presente: lindo sem dúvida, mas sem sutileza, exagerado. Em muitos casos, as pessoas se assustam com esse tipo de coisa —  por mais linda que seja.


Presente é coisa séria ( Pelo menos entre namorados.). No começo, quando ainda não se tem a dimensão exata do senso de humor um do outro, não cabem muitas gracinhas. Evite objetos jocosos, piadinhas, presentes de duplo sentido. Um presente tem de expressar carinho, paixão, admiração, respeito. Mas... graça?! Deixe para outro momento.

Ha!!!  Dinheiro não é presente. É ajuda de custo, manutenção.
Muitas vezes as pessoas deixam de comprar algo que estão querendo muito justamente por isso: por considerar que é um luxo inútil. Mas pense no quanto seu amor vai ficar feliz em ver que você está lhe oferecendo esse luxo com a clara mensagem: "Porque eu acho que você merece isso e muito mais... " É uma sensação deliciosa e sempre bem-vinda...
Na prática, no que se refere a presentes, há algumas coisas que sempre funcionam; já outras, nem tanto.

E finalmente, presente é presente. Acabando o amor, fique com tudo.
Se a pessoa pedir algo de volta, dê graças por ter se livrado de alguém assim mesquinho e desconverse. se estiver com muita raiva e quiser esquecer tudo o que tem a ver com seu ex-amor, doe ou então venda os presentes e, com os lucros, faça qualquer loucura que lhe der prazer.
Pense perversamente que presente bom é assim mesmo: rende alegrias e dividendos até o fim. kkkkkk...

Xero >.<

2 comentários:

  1. Achei perfeito! kjkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ri muito!
    Difícil é alguém me agradar, do jeito que eu sou exigente.... kkkkkkkkkkkkkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é verdade da até pena de quem tentar!! kkkkkkk

      Excluir

E Então!!!