terça-feira, 15 de maio de 2012

Namora a Distância!!!!



Você conseguiria resistir à ausência física do seu amor?
Você já passou por alguma situação ou escutou alguém comentando que manteve um relacionamento à distância? Enfim, são vários os motivos que levam um casal a ter que se relacionar por telefone, internet, mensagens de texto ou viagens a longo prazo. Há quem more longe mesmo e se conheceu em alguma viagem, teve que se mudar por conta dos familiares, a trabalho ou até mesmo outra oportunidade.
“Muitas pessoas não se sentem fortes o bastante para resistir à dor da saudade e tanto tempo longe e, assim, acabam desistindo do relacionamento. Mas, a grande verdade é que realmente precisa ter muito amor, força de vontade e coragem”, comenta a psicóloga Fátima Brunel Sampaio.
Segundo Fátima, em um relacionamento, encarar a distância é muito difícil, porque além das dúvidas normais e corriqueiras de um casal, sempre haverá outras que podem atrapalhar. Por isso, é importante não dar ouvidos às conversas alheias.
“Não deixe também que o ciúme atrapalhe a relação. Se o casal está junto, mesmo quando há distância física de muitos quilômetros, é sinal de que realmente se gostam”, comenta a especialista. Assim, aproveite os momentos para conversar, colocar o papo em dia e detalhar ao máximo as situações do dia a dia para que o parceiro se sinta mais próximo.
Para a profissional, é muito relativo dizer que namorar à distância é algo frio, uma vez que há muitos casais que estão sempre juntos e com a facilidade de se ver, e assim mesmo um deles se sente sozinho.
“Quem vive um namoro assim, deve entender que o relacionamento precisa de um aprendizado diário. Viva um dia de cada vez e confie no seu parceiro. Seja paciente e não desista do amor”, aconselha Fátima.

O amor supera
“Durante 6 anos da minha vida afetiva tive que me relacionar à distância. Não foi nada fácil, mas o amor superou todas as dificuldades impostas. Na época, eu e meu marido éramos novos e ainda havia a necessidade de concluir os estudos antes de tomar qualquer decisão. Quando resolvemos nos casar, assim mesmo fizemos tudo com muito cuidado. Procuramos casa, mobiliamos e depois oficializamos o matrimônio”, lembra a administradora de empresa Josiane Serra.
Ela ainda conta que mesmo após tanto tempo de namoro, só puderam conhecer realmente um ao outro depois do casamento, pois descobriram as manias, gostos e vontades de cada um. “Lembro-me de que no começo eu não sabia ao certo nem que comida ele mais gostava, por isso, é bom conversar sobre tudo”, finaliza Josiane.

O amor é tudo e isso basta!
Xero!!!
Via: Arca Universal.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

E Então!!!